sexta-feira, 22 de setembro de 2017

NÃO ABRA

Carol Nakamura pelada em Making of

Baixe no celular

A linda japonesa do programa do Faustão, Carol Nakamura exibiu seu corpo escultural pelada em making of para revista sexy.
Visto: 8.402 vezes
Postado há: 2 anos atrás


Categoria: Red Tube

TA NA COLUNA DO CLAUDIO HUMBERTO

Até parece que os projetos de reforma política que tramitam no Congresso foram propostos apenas para abrir caminho à criação do “fundão” eleitoral que garanta o financiamento público de campanhas eleitorais dos políticos brasileiros. É um raro consenso, que une esquerda e direita, opositores e governistas, ainda que proclamem o contrário. Desde 2016, doações de empresas privadas estão proibidas.
  •  
  •  
  •  
Um projeto de lei, mais fácil de aprovar, criaria o fundo de R$1,5 bilhão administrado pelo TSE, com verba de TV e rádio.
  •  
  •  
  •  
Outro projeto, do senador Romero Jucá (PMDB-RR), pretende elevar o valor do fundo eleitoral usando o dinheiro das emendas parlamentares.
  •  
  •  
  •  
Caso seja aprovado, o fundão eleitoral faria o orçamento do Tribunal Superior Eleitoral superar o limite do teto dos gastos públicos.

Banana depois do almoço faz um mal danado...Quem avisa, amigo é.

Um pouco de História

 

Em meados dos anos 70, os governos militares criaram, através da propaganda, com base na Lei de Segurança Nacional, a necessidade de ocupar a Amazônia. Foi daí que, em 1979, originou-se o Projeto de Colonização Rolim de Moura (destinado ao assentamento de colonos excedentes da extensão do Projeto Integrado de Colonização GY Paraná ou Ji-Paraná), implantado na área pelo INCRA, que distribuiu lotes de terras rurais a milhares de famílias. A partir de então as pessoas que chegaram às centenas começaram a erguer a cidade, inicialmente formada de barracos, mucambos, de pau a pique. Rolim de Moura foi elevada a categoria de município através do Decreto Lei Estadual nº 71,[9] de 5 de agosto de 1983, desmembrado da área de Cacoal.
Seu primeiro prefeito foi Valdir Raupp de Matos, eleito em 9 de dezembro de 1984, e tomou posse no dia 1º de janeiro de 1985.
O nome da cidade foi dado em homenagem ao Visconde de Azambuja (ou Dom Antônio Rolim de Moura Tavares), segundo governador da capitania de Mato Grosso, pelos relevantes serviços prestados à região do vale do Guaporé.

Fica tudo como está

Resultado de imagem para charges indecentes

Viadil, A SOLUÇÃO PARA CURA GAY

Pouca gente sabe, mas a indústria farmacêutica já comercializava há anos um remédio que, de modo bastante controvertido, prometia “curar veadagem”.
O remédio, chamado Viadil, teve sua venda proibida no Brasil após a homossexualidade deixar de ser considerada doença pela OMS, e a venda do produto se restringia ao mercado  negro.
Esta semana, após decisão da justiça liberando psicólogos a realizarem tratamento para homossexuais que desejem rever sua orientação sexual, a venda de Viadil teve recorde de vendas em todo o país.
O fato leva a crer que, apesar da proibição, muita gente desejava consumir a medicação.
Artistas criticam decisão que autoriza a ‘cura gay’  . Diversos artistas usaram as redes sociais para criticar a decisão do juiz federal da 14ª Vara do Distrito Federal Waldemar Cláudio de Carvalho que torna possível que psicólogos apliquem a terapia de reversão sexual, conhecida por “cura gay”, método proibido pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP) desde 1999

É TIRO E QUEDA

Imagem relacionada

Liliane Bettencourt, herdeira da L'Oréal, morre aos 94 anos

A empresária francesa e herdeira da gigante de cosméticos L‘Oréal, Liliane Bettencourt, morreu aos 94 anos, informou sua filha nesta quinta-feira, 21.
10- Liliane Bettencourt - França - US$ 40,1 bilhões: Bettencourt era conhecida como a mulher mais rica do mundo, de acordo com uma avaliação feita pela Forbes.© Reprodução/Forbes Bettencourt era conhecida como a mulher mais rica do mundo, de acordo com uma avaliação feita pela Forbes.
A família Bettencourt, que fundou a L‘Oréal, detém uma participação de 33% da companhia.
“Nesse momento doloroso para nós, eu gostaria de reiterar, em nome da nossa família, nosso total comprometimento e lealdade com a L‘Oréal, e de renovar minha confiança em seu presidente Jean-Paul Agon e em suas equipes no mundo inteiro”, disse Françoise Bettencourt Meyers, em comunicado.
Bettencourt era conhecida como a mulher mais rica do mundo, de acordo com uma avaliação feita pela Forbes no início deste ano, que estimou seu patrimônio líquido em 39,5 bilhões de dólares.

Prefeitura de Rolim de Moura - Nota de Pesar “† Rafaely Gomes Soares”





É com muita tristeza que a Prefeitura de Rolim de Moura (RO), por meio de toda a equipe da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC), manifestam o seu luto e pesar pelo falecimento da aluna Rafaely Gomes Soares do 5° Ano B da Escola Municipal José Veríssimo.



A prefeitura, juntamente com toda a equipe da Semec lamenta está imensa perda, manifestam pesar em solidariedade a família e amigos


O velório acontecerá na Rua Urupá, esquina com Avenida Vitória.

A direção da Escola informa que  no dia 21 (quinta-feira) não haverá aula para os alunos do turno matutino. A aula voltará ao normal dia 22/09/17 (sexta-feira).

Disse-lhe Jesus: "Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá; e quem vive e crê em mim, não morrerá eternamente."
João 11:25-26


Rolim de Moura - RO 20 de setembro de 2017.





Luiz Ademir Schock
Prefeito de Rolim de Moura

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Em entrevista exclusiva, prefeito João Doria admite desejo de ser presidente da República


https://youtu.be/m5l4im_w8W4?t=42

Lula lidera cenários para 2018 e Bolsonaro dispara em segundo

Condenado em julho a nove anos e seis meses de prisão pelo juiz Sergio Moro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue liderando todos os cenários em que é citado para as eleições de 2018, segundo pesquisa CNT/MDA, divulgada nesta terça-feira pela Confederação Nacional de Transportes (CNT). Nas três simulações feitas para o primeiro turno, o ex-presidente oscila pouco, entre 32% e 32,7% das intenções de voto. Em segundo lugar, dispara o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que em fevereiro estava entre a terceira e quarta posição e viu seu apoio aumentar de cerca de 11% para mais de 18% nos três cenários.
Antes vice-líder, a ex-senadora Marina Silva (Rede) aparece em terceiro lugar em todos os cenários. A diferença entre as simulações fica por conta do candidato escolhido para representar o PSDB: muito atrás dos correligionários, o senador Aécio Neves (MG) seria a escolha de apenas 3,2% dos eleitores, enquanto o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o prefeito paulistano, João Doria, têm 9,4% e 8,7%. Outro candidato pesquisado, o ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT) fica em quarto no cenário que inclui Aécio e em quinto caso enfrente Alckmin ou Doria, com intenções de voto que vão de 4,6 a 5,3%.
No cenário de pesquisa espontânea, em que não é apresentada uma lista de candidatos ao eleitor, Lula lidera com 20,2% das intenções de voto e Jair Bolsonaro, 10,9%. Citado de forma espontânea pela primeira vez, João Doria vem em terceiro, mas distante dos dois primeiros, com 2,4%. Na sequência, Marina Silva tem 1,5%; Geraldo Alckmin e Ciro Gomes, 1,2%; o senador Álvaro Dias (Podemos), 1,0%; o presidente Michel Temer (PMDB), 0,4%; e Aécio Neves, 0,3%. Do total, 37% se disseram indecisos, brancos e nulos somam 21,2% e outros são 2,0%. A pesquisa ouviu 2.002 e tem margem de erro de 2,2% para mais ou para menos.
Pesquisa estimulada - 1º turno
Cenário 1
Lula (PT) – 32,4%
Jair Bolsonaro (PSC) – 19,8%
Marina Silva (Rede) – 12,1%
Ciro Gomes (PDT) – 5,3%
Aécio Neves (PSDB) – 3,2%
Brancos e Nulos: 21,9%
Indecisos: 5,3%
Cenário 2
Lula (PT) – 32%
Jair Bolsonaro (PSC) – 19,4%
Marina Silva (Rede) – 11,4%
Geraldo Alckmin (PSDB) – 8,7%
Ciro Gomes (PDT) – 4,6%
Brancos e Nulos: 19%
Indecisos: 4,9%
Cenário 3
Lula (PT) – 32,7%
Jair Bolsonaro (PSC) – 18,4%
Marina Silva (Rede) – 12,0%
João Doria (PSDB) – 9,4%
Ciro Gomes (PDT) – 5,2%
Brancos e Nulos: 17,6%
Indecisos: 4,7%

Rejeição

Nas simulações de um enfrentamento em segundo turno, o ex-presidente Lula se daria melhor contra os cinco adversários pesquisados, sendo que Bolsonaro, com 28,5%, é o que chegaria mais perto dele, com 40,5% no cenário. O deputado do PSC superaria todos os nomes do PSDB, mas perderia para Marina Silva, que também se dá melhor contra os tucanos.
Abalado pela delação da JBS, que chegou a afastá-lo do mandato no Senado, Aécio Neves é o nome mais rejeitado entre todos os pesquisados, com 69,5% de pessoas que disseram que não votariam nele de jeito nenhum. Ciro Gomes, Geraldo Alckmin, Marina Silva e Lula também têm rejeição acima de 50%.
Apesar de também terem rejeição alta, ultrapassando 40% do eleitorado pesquisado, João Doria e Jair Bolsonaro são os que menos têm reações negativas entre os pesquisados. O deputado conta com 45,4% de eleitores que não considerariam votar nele, ante 42,9% do prefeito paulistano. De acordo com a análise da CNT, o fato de Doria ter rejeição em patamar semelhante ao de outros possíveis candidatos é um sinal de que ele “passou a ser percebido como um político comum” pelos eleitores.

INSS depositou mais de 1 bilhão em contas de pessoas mortas

Os depósitos de benefícios do INSS em contas de pessoas já falecidas soma 1,015 bilhão de reais, segundo cálculos da Controladoria-Geral da União (CGU). O montante foi identificado em 73.556 processos administrativos, de 2016, que pedem aos bancos a devolução de recursos pagos indevidamente. O valor supera o total arrecadado pelo INSS com folha de pagamentos no último ano – de 730,7 milhões de reais.
Segundo a CGU, apenas 12% desse dinheiro (119 milhões de reais) foi restituído. A principal dificuldade em reaver os valores apontada pelo órgão público é que os bancos resistem em devolver os recursos. A alegação das instituições financeiras é de que, segundo a lei, só deveriam fazê-lo em caso de erro cometido por elas.
A Controladoria identificou, entre janeiro e agosto de 2016, 101.414 registros de beneficiários do INSS que correspondiam a pessoas já falecidas. Em média, eram pagas quatro parcelas após a morte dessas pessoas. Entre os casos mais graves, havia 1.256 beneficiários que morreram em 2005 e o dinheiro continuava sendo depositado.

Outro lado

O INSS disse, por meio de nota, que faz a suspensão de pagamentos indevidos de forma automática assim que é notificado pelos cartórios, e que a instituição está sempre aprimorando o sistema de controle. Segundo a lei, os cartórios devem informar em até 10 dias as mortes ocorridas no mês anterior.”Em média, mensalmente, 59.000 benefícios são cessados pelo INSS em razão de morte dos beneficiários”, diz trecho do comunicado.
A Federação Brasileira de Bancos (Febraban), também por meio de nota, disse que “têm apoiado o INSS na busca por soluções que evitem o pagamento de benefícios daquele Instituto a pessoas já falecidas.”

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

No corpo feminino...

 

Carlos Drummond de Andrade

No corpo feminino, esse retiro 
- a doce bunda - é ainda o que prefiro.
A ela, meu mais íntimo suspiro,
Pois tanto mais a apalpo quanto a miro.

Que tanto mais a quero, se me firo
Em unhas protestantes, a respiro
A brisa dos planetas, no seu giro
Lento, violento... Então, se ponho tiro

A mão em concha - a mão, sábio papiro,
Iluminando o gozo, qual lampiro.
Ou se, dessedentado, já me estiro,

Me penso, me restauro, me confiro,
O sentimento da morte ei que adquiro:
De rola, a bunda torna-se vampiro.

domingo, 17 de setembro de 2017

Suissinato do futuro


Se o Brasil quer encontrar um rumo, precisamos salvar a Uerj

O futuro de um país tem a cara de sua escola no presente. Cortar recursos para a universidade é como suspender transfusão de sangue para o país. O que acontece com a Uerj é um exemplo disso; portanto, o futuro do Brasil não parece bonito nem próspero. Ainda mais quando percebemos que a crise é de todo o conjunto de nosso ensino superior.
Embora a falta de verbas seja a causa mais visível, a tragédia tem motivos internos que exigem uma autocrítica. Há décadas a universidade estatal brasileira vem cometendo o suicídio de uma morte anunciada, apressada pelo assassinato por governos irresponsáveis: abandono e acomodamento formam o veneno do “suissinato”.
A qualidade do ensino superior depende diretamente da educação de base. Apesar disso, a universidade assistiu à degradação do ensino infantil, fundamental e médio sem lutar politicamente para forçar prioridade para elas. Também não se dedicou a formar bons professores para nossa educação de base.
A comunidade acadêmica falhou ao não lutar contra a irresponsabilidade fiscal, aplaudindo a construção de estádios e a implantação de programas populistas e fechando os olhos à corrupção, o déficit agora é pago com o corte de verbas. A universidade deve lembrar que a gratuidade é paga com dinheiro do conjunto da sociedade.
Diante do previsível esgotamento fiscal do Estado, a universidade precisa ser mais eficiente na gestão dos recursos que recebe e na captação de verba complementar em fontes não estatais, como fazem as universidades em todo o mundo. Mesmo em tempo de austeridade gastamos mais do que as universidades europeias e asiáticas que estão entre as melhores do mundo.
A universidade se contenta em ser basicamente escada social, pela outorga de diplomas, no lugar de ser alavanca para o progresso, pela inovação do saber em todas as áreas. Está desconectada do setor produtivo. Perdemos a sintonia com os rápidos avanços do conhecimento: considerar carreiras e diplomas como permanentes. Não se internacionaliza nem adota os novos métodos de ensino à distância.
Além do corte de verbas, a crise da universidade tem tudo a ver com sua rendição ao corporativismo, ao partidarismo, desprezando o mérito e sem um pacto de qualidade com a sociedade. Ao longo de anos foram tantas greves que a população chega a imaginar que a atual paralisação da Uerj é apenas mais uma delas, não decorre da falta de recursos por irresponsabilidade do governo estadual.
Se o Brasil quer encontrar um rumo, precisamos salvar a Uerj e as demais universidades do país da crise financeira do momento. Mas para isso, as universidades precisam salvar a si próprias, fazendo autocrítica, reformando-se para estar à altura dos desafios do conhecimento e, ao mesmo tempo, do esgotamento de recursos.
Abandonar as universidades, como acontece especialmente com a Uerj, é uma forma de assassinar o futuro do Brasil, mas manter a universidade sem uma profunda reforma é cometer suicídio institucional.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) (Foto: Divulgação)Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) (Foto: Divulgação)

Canção da casa vazia I

O tempo parou e frio, lá fora,
é o sol das almas.
Verdadeiramente falando, este não é um tempo de…
preparação. Antes,
de quaresma e envelhecimento.
Exemplos: da cal nas paredes,
da moldura nos retratos,
das cadeiras nas salas,
do verniz nos móveis,
das construções nos prazos antigos,
da chuva nas calhas,
até mesmo da dor no corpo morrendo
Março Março Março: Pai,
olha, lá fora, como o vento do outono
brinca com as roupas nos varais!


José Franklin Massena de Dantas Mota (Carvalhos, Aiuruoca, Minas Gerais 22 de março de 1913 – 02 de fevereiro de 1974) – Além de poeta, foi advogado. Ao longo de sua vida, estabeleceu intensa relação com Carlos Drummond de Andrade através de cartas e encontros esporádicos. Era muito respeitado entre poetas e críticos. Suas obras mais conhecidas são: Planície dos Mortos (1945), Elegias do País das Gerais (1946), Anjo de Capote (1953), Epístola de São Francisco (1955) e Primeira Epístola de Jm. Jzé. da

Um “Museu Viado” em nome da “Arte”

 


Os esquerdofrênicos - facilmente reconhecidos por produzirem muito barulho e nenhuma ideia - não se rendem. Após verem suas (as)pirações de um mundo socialista derrotadas nos quatro cantos, deram para inventar as causas mais estapafúrdias e defendê-las com todo o estardalhaço que lhes é peculiar.

É um tal de ideologia de gênero pra cá, ecochatismo pra lá que ninguém em sã consciência tem mais saco para aguentar. Por mais irrelevante que seja, qualquer fato ou ato que suscite uma reação contrária de quem siga os preceitos morais tradicionais é motivo para que esses furúnculos da sociedade se manifestem com uma agressividade inteiramente desproporcional ao fato/ato.

Agora se meteram a entendidos de arte, ou melhor, do que acham que é arte, incorporando o bestialismo, a pedofilia e a sodomia aos pré-requisitos necessários para que uma obra seja considerada como artística. Isso sem falar no profundo senso antiestético e no impacto negativo causado, também fundamentais para tal validação.

O cancelamento da tal exposição “Museu Viado” (tradução de “Queer Museu”) - que obedecia a todos os quesitos “artísticos” estabelecidos acima - foi o suficiente para que essas pústulas sociais pudessem, mais uma vez, aparecer na mídia em função do estardalhaço feito e, principalmente, pelo apoio maciço dos inúmeros e notórios esquerdofrênicos atuantes na imprensa, como Ancelmo Gois, do Globo, que em apoio à pornoesquerdofrenia vigente publicou em suas colunas de hoje e de ontem as duas obras acima, que até podem ser consideradas como arte, mas são de um tremendo mau gosto.

Felizmente para nós, as criaturas normais, essa gente nunca vai ser levada a sério e tende à autoextinção, vítimas que são da sua própria incapacidade de agir como seres humanos. Sua total demência implica que seu limite máximo é de vez em quando virar notícia pelas aberrações e bizarrices que produzem.


O detetive atrapalhado

 


Resultado de imagem para fotos de detetives em desenho
O Detetive informa a sua cliente como vigiou seu marido:
- Ontem eu segui o seu marido e ele foi primeiro a um
Restaurante, depois entrou numa Loja, passou num
Salão de Beleza, depois foi a um Shopping, em
seguida foi numa Casa de Chá, depois foi numa Casa
de Jogo de Bingo, foi numa Boate e depois para um Motel...
A Esposa protesta:
- Mais que cafajeste!!! Eu mato esse desgraçado!!!
Agora me diga em detalhes o que ele fez em cada um
destes lugares...
- Bem... Ele não fez nada!!! Acho que só estava
seguindo a Senhora!!!

A concorrência tá aumentando

Resultado de imagem para CHARGES MUITO LOUCAS

sábado, 16 de setembro de 2017

O que é Sub judice

Sub judice é uma expressão em latim utilizada no âmbito jurídico e que significa “sob o juízo”, ou seja, relativo a determinado processo que ainda será analisado pelo juiz responsável pelo caso.
Quando algo está qualificado com o status de sub judice, quer dizer que ainda aguarda uma sentença final sobre o respectivo processo.

POR - FERNANDO GARCIA

Resultado de imagem para foto do jornalista fernando garcia jornal folha da mata

Porta aberta 15 de setembro de 2017

Elogios
Muito bom o trabalho desenvolvido pela prefeitura de Rolim de Moura, os trabalhos de operação tapa-buracos e encascalhamento das ruas e avenidas dos bairros periféricos. Por onde passa, o trabalho do secretário municipal de obras públicas, Marcelino Lima, é aplaudido pelos moradores que aprovam a execução das obras.

Elogios l
O trabalho de operação tapa-buracos com asfalto quente, também está sendo expandido para bairros como São Cristóvão, Beira Rio e outros, onde a comemoração por parte dos moradores é rasgados elogios para o secretário municipal de obras públicas, Marcelino Lima. Se permanecer nesse ritmo acelerado, o secretário marcelino vai entrar para história do município como o melhor timoneiro da pasta.

divulgação
À Agência de Publicidade que faz a mídia da  prefeitura de Rolim de Moura, precisa entrar em ação no com diz respeito as queimadas do município, principalmente dentro da cidade e, encampar uma campanha contra os malefícios das queimadas na cidade. O número de queimadas é alarmante, o que provoca uma série de problemas que vai desde incêndios desproporcionais que acarretam sérios obstáculos para os vizinhos, principalmente aos idosos e crianças que sofrem com ação da fumaça incessante, que causa distúrbios na visão e no pulmão.

 Código de Postura
A coluna na edição anterior enfatizou para o despejo de dejetos, por algumas empresas em pleno centro da cidade, onde causam também prejuízos incalculáveis para o município, criando crateras no asfalto. Mesmo sendo advertido pela coluna, a fiscalização c  ao que tudo indica continua complacente com a empresa de eletrodomésticos Romera, que despeja seus dejetos diretamente para o asfalto na 25 da Agosto, como se tudo fosse normal. Normal ainda, é a complacência do poder público que não exercita sua obrigação de notifica-los nem tampouco reprimir.

Mais ação
Por falar em dejetos jogados no meio da rua, praticamente oitenta por cento da população no centro da cidade, pratica a mesma ação, fazendo do logradouro público seu entulho de sujeiras desprezível. O pior, que até agentes públicos parece não se importar com suas residências e, também colaboram com a sujeira da cidade sem se importar com a situação. Enquanto  não chega o saneamento básico, que por sinal vai demorar muitos anos para ser resolvida a questão, a prefeitura poderia fazer uma campanha para que os moradores fizessem suas fossas dentro dos seus respectivos imóveis.  

Momento certo
A duplicação de algumas ruas e avenidas da cidade de Rolim de Moura, já estava demorando demais, foram mais de 20 anos para que alguém pudesse interferir nesse trabalho tão importante para a municipalidade. Para os padrões da ´poca até que foi importante, mas, no passar de vários anos muitas vidas foram ceifadas exatamente por falta de espaço das ruas e avenidas, que eram utilizadas como mão única.

Melhorou
A Barão de Melgaço, precisava ser transformada em mão dupla há muito tempo, visto, que ela é uma artéria importante que corta praticamente toda cidade, principalmente nos pontos nevrálgicos como as proximidades da academia de ginástica, igreja batista, clínicas e restaurantes que ficam nas imediações do centro da cidade. Acertou em cheio as medidas elencadas pelo prefeito Luizão do Trento, que depois de executadas essas partes, deverá dá seguimento em outras ruas, principalmente a Jamari com 25 de Agosto, onde só fata  mesmo fazer uma galeria para evitar tanto transtorno.

Acordo
Os postos de gasolina Manelão e a rede de postos de combustíveis, Miriam, que vinham desafiando um ao outro com preços abaixo da tabela do mercado, resolveram dar uma trégua e regularizaram os preços conforme preceitua o mercado. Ao que tudo indica resolveram fazer a paz “acordo”, deixando os clientes insatisfeitos com o retorno dos preços nas bombas de gasolina. Talvez as altas constantes nos preços do petróleo, fez com que os dois empresários dialogassem e realmente repassaram os preços para o consumidor final.

Cartel
O que os proprietários de veículos de Rolim de Moura, espera dos empresários, que por causa disso não venha manter os preços sobre os tradicionais e conhecidos cartéis, dando descontos de um centavo  para dizer que estão oferecendo preços baixos. Também com a quebra das promoções, os clientes esperavam que pelo ao menos os empresários  do ramo de combustíveis, colocassem uma moto como sorteio para cobrir a ausência da promoção.

Novo hospital
Mesmo todos sabendo que a questão da saúde no município ainda não foi resolvida, a contento, muitos já falam em construir outro hospital, e para que isto aconteça, seria importantíssimo uma reunião, com os pesos pesados da cidade, senadores Ivo Cassol e Valdir Raupp, para viabilizarem um novo projeto em local diferente e mais afastado do centro. Neste quesito seria preponderante, que Rolim de Moura, ostentasse a condição de hospital Regional, uma vez que na pratica já exercita esse papel, só não recebe as verbas atinentes ao atendimento.


Afirmando
O senador Ivo Cassol, que durante muitos anos quase não falava em candidatura política, voltou a tagarelar que sairá candidato em qualquer hipótese. No último domingo durante um almoço no Clube Terapia, ele falou de forma clara e objetiva, para esse colunista, bom apreciador de paçoca de gergelim , que ele sairá candidato ao Governo do Estado, ainda que seja Sub Judice.

Sóbrio
Embora vivendo um momento único em sua carreira política, sem nenhum entrave de ordem jurídica, o ex-senador Expedito Júnior, não disfarça seu contentamento quando é procurado pra entrevista. Com tamanha alegria nos quatro lados do Estado de Rondônia, Júnior, não diz com certeza qual será o rumo de sua candidatura ano que vem, se para Governo do Estado ou para o Senado. Segundo os maiores críticos da área política no Estado, Expedito deverá ser candidato ao Senado para depois pensar com mais tranquilidade uma candidatura rumo ao palácio Rio Madeira.

Encarando
Já o senador da república Valdir Raupp, que vem amargando sucessivos escândalos envolvendo seu nome a nível nacional, de uns quinze dias pra cá vem levantando a cabeça e fala em emplacar a outra vaga ao Senado. Raupp já teve dois processos contra ele extinto por falta de provas, o que tem deixado bastante animado nos últimos dias, inclusive tem dito para muitos que vai provar sua inocência nos demais processos até início do próximo ano . Realmente não vai ser tarefa fácil para o senador barbudo, uma vez que teve o nome exposto na mídia por longo tempo, ,principalmente na Revista Veja, Jornal Nacional, Fantástico e outros, mas...

Até quando
Já falamos inúmeras vezes sobre a pista de fórmula 1, em frente a Câmara de Vereadores e a Prefeitura Municipal de Rolim de Moura, onde apesar de existirem faixas orientando os motoristas, eles passam em alta velocidade. Como é a praça dos Três Poderes, e na redondeza ficam localizados grande número de órgãos públicos, principalmente as pessoas  que se dirigem ao Inss, Correios, Defensoria Pública, OAB, Justiça do Trabalho, Conselho Tutelar, Semas, MP e principalmente para prefeitura, poderá ser atropelado a qualquer instante, visto que muitos pais que tem filhos estudando numa escola nas adjacências, atrasam e saem em alta velocidade para apanhar os filhos.