sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

PARA LER MAIS É SÓ CLICAR EM: DIA d.pdf

Bom dia!

Prezados colaboradores,

Segue em anexo o oficio circular do Ministério da Saúde sobre o dia D de combate á dengue e chikungunya
que será realizado no próximo dia 07 de fevereiro de 2015.

Favor acusar recebimento.


Coordenação estadual de controle da Dengue.

--

Prefeitura convoca professores e pessoal de apoio

 ROLIM DE MOURA


Contratações atendem aumento da demanda escolar da rede municipal de ensino

Da Assessoria

Será publicada nesta sexta-feira (30) a nova convocação de professores e pessoal de apoio da rede municipal de educação de Rolim de Moura. O edital com a relação geral será publicada oficialmente no site www.diariomunicipal.com.br/arom, que é o diário eletrônico da Associação dos Municípios de Rondônia. A lista também está na página do município no Facebook, no www.facebook.com/imprensarm.
De acordo com a secretária municipal de educação, Cícera Vilar, os novos servidores – professores e serviços gerais – vão trabalhar em escolas já existentes, onde houve aumento significativo do número de alunos, mas também na escola Algodão Doce (prédio alugado recentemente no Centro) que será extensão da Dionísio Quintino. Só lá serão abertas 14 novas turmas.
“Nossa demanda aumentou e precisamos contratar esses profissionais para atender bem nossa comunidade. Todos eles também já serão capacitados dentro do novo sistema Positivo, recém adquirido pela Prefeitura, para dar melhorar a qualidade do ensino que já damos aos nossos alunos. É uma preocupação minha e do prefeito Cesar Cassol”, argumentou.
ADENILSON FLORENTINO
Jornalista - DRT/RO 1380
Diretor de Imprensa e Redação
Prefeitura de Rolim de Moura
(69) 8422-2352 - (69) 3442-3100

POR - VITOR OLIVEIRA

Vereadores visitam Unidade de Saúde e, pedem pelo retorno do atendimento da Unidade Móvel

  Nesta quarta feira pela manhã, os Vereadores João Rossi Júnior “Juninho”, Presidente da Câmara Municipal de Rolim de Moura, acompanhado do também Vereador Cícero Sérgio Lopes “Sérgio Sequessabe”, realizara uma visita na Unidade Mista de Saúde, onde foram recebidos pelo Diretor da Unidade, CelioCandil, bem como pelo Coordenador de Transporte e Manutenção de Veículos Antônio Moreira, para tomarem conhecimento de como anda o atendimento naquela unidade hospitalar, assim como, pedir agilidade na manutenção e consequente volta no atendimento pela Unidade Móvel “Ônibus” para a população rural e até nos bairros do município, desafogando dessa forma o atendimento ambulatorial no Hospital Municipal.
  A volta do atendimento por parte da Unidade Móvel é uma antiga reivindicação do Vereador Sérgio Sequessabe, que vem buscando parcerias, inclusive junto ao Governo do Estado para que o problema seja solucionado. Com o aval do Prefeito Municipal, o Coordenador de Transporte e Manutenção de Veículos da Secretaria Municipal de Saúde, Antônio Moreira, atendendo solicitação do Diretor do Hospital, desde quarta feira, dia 28 de janeiro, deu início a um levantamento geral para saber de fato o que precisa ser feito para colocar o ônibus “Unidade Móvel” em funcionamento o mais rápido possível. “Com a volta do atendimento por parte desse veículo, iremos com certeza desafogar o Hospital Municipal, pois pessoas que residem na área rural não mais precisarão se deslocar ate a sede do município para consultas básicas que podem ser realizadas no loca, e até mesmo numa simples necessidade da troca de uma receita, ou um atendimento odontológico poderão ser realizadas através dessa unidade mista, pois contará com médico, enfermeiro, auxiliar de enfermagem, dentista, etc., podendo também realizar os exames preventivos”, disse o vereador Sérgio.
  Outra situação que também chamou a atenção do Presidente do Legislativo, Juninho, foi a informação prestada pelo Diretor do Hospital, Célio Candil, que segundo ele, somente no último final de semana, 4 (quatro) pacientes oriundas do município de Cacoal, foram atendidas na Unidade Mista de Rolim de Moura para a realização de parto, além de vários pacientes de outras localidades, como Ministro Andreazza, Espigão do Oeste, Rondolândia que fica no Mato Grosso, Novo Horizonte, etc., que buscaram atendimento em Rolim de Moura, o que mostra que se não temos o atendimento de saúde que a população gostaria, mas ainda temos o melhor atendimento da região, prova disso é a busca por pacientes de todas regiões em nosso Hospital, o que tem trazido despesas extras e transtornos, pois acabam usando medicamento, leitos e atendimentos que poderiam ser disponibilizado para nossa população.


Servidores da prefeitura vão receber salários nesta sexta (30)

ROLIM DE MOURA


A medida visa manter o compromisso do prefeito em pagar os salários dentro do mês trabalhado

Da Assessoria

Visando manter o compromisso do prefeito de Rolim de Moura, Cesar Cassol, em manter a folha de pagamento em dia, a Secretaria de Fazenda do município fará nesta sexta-feira, 30, o depósito dos salários de todos os servidores da administração e das autarquias municipais.

De acordo com o prefeito, desde o início de seu mandato, o pagamento dos salários dos funcionários do município foi tratado como prioridade, sempre pago regularmente dentro do mês. Os atrasos dos meses de novembro e dezembro de 2014 foram atípicos, provocados por quedas nos repasses federais e também na arrecadação própria.

Junto com a folha também haverá o pagamento de parte dos plantões extras dos meses anteriores, além das férias dos servidores da educação. Ainda de acordo com o prefeito Cesar Cassol, foi assinado o decreto que concede o para os servidores de Rolim de Moura, a reposição salarial de 5,05%, fazendo cumprir acordo firmado anteriormente com representantes da categoria.

Corte de gastos


Desde outubro do ano passado o prefeito Cesar Cassol determinou aos secretários o corte de despesas com energia, água, telefone, diárias, combustível, horas extras e material de escritório. A medida visava justamente reagir ao período de recessão econômica, atualmente visto em todo território nacional, além da diminuição e atrasos nos repasses federais.

ADENILSON FLORENTINO
Jornalista - DRT/RO 1380
Diretor de Imprensa e Redação
Prefeitura de Rolim de Moura
(69) 8422-2352 - (69) 3442-3100

Coluna do Roberto Gutierrez


Nazif poderá dar trabalho, porque está com a máquina na mão, mas, se reeleger é missão quase impossível
Tentar consertar ruas de Porto Velho com chuva e, ainda mais com uma enchente irreversível, seria o mesmo que limpar o traseiro com plástico: vai continuar melado, se é que não provocará assaduras e mais desconforto.
 
Não se iluda
Apesar dos bairros aos quais o prefeito de Porto Velho Mauro Nazif (PSB) anuncia o pacote de obras, nada disso será suficiente para reverter por completo a situação desconfortável a qual se encontra o prefeito. Reeleição pra ele é complicada, mesmo que consiga fazer alguma coisa. O problema é que tudo está por fazer e existe a vulnerabilidade do eleitorado da Capital. Não há fidelidade. Os bolsões de miséria na Capital são alvos fáceis do oportunismo. Sem contar a baixo estima, o pós enchente que deverá ocorrer no ano de eleição também, tendo ainda os reflexos do pós Usinas do Madeira que se estenderão por algum tempo mais.
 
Doméstica
Aliás, boa parte dos serviços que se faz pela administração pública na Capital é igual trabalho de dona de casa: todo dia tem que fazer novamente. Qualquer vacilo, o que é natural, torna-se mais eficiente como pejorativo em relação ao tudo de bom que poderá ser feito, mesmo a mídia e sites se tornando camaradas do prefeito.
 
Agonizantes
Não se iludam, senhores analistas políticos: o sentimento em Porto Velho é por mudanças – esse será o maior inimigo de Nazif caso tente uma reeleição. Mas, aí, alguém poderia argumentar:  - mas o povo reelegeu Confúcio Moura governador. Então eu diria: - Ora bolas, o concorrente dele, além de errar na estratégia, não tinha consistência e representava retrocesso, mesmo assim, provou que, apesar dos pesares, naquelas circunstâncias, é bom de voto.

SABRINA SATO

Vídeo da Sabrina Sato nua pelada na Playboy

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Exame do Cremesp reprova 55% dos alunos recém-formados em medicina

29/01/2015 11h58 - Atualizado em 29/01/2015 16h29

 

Índice é menor do que o do ano anterior, de 59,2%.
Reprovação não impede obtenção do diploma e exercício da profissão.

Cauê FabianoDo G1, em São Paulo
Números mostram alto índice de reprovação no Exame do Cremesp (Foto: Cauê Fabiano/G1)Números mostram alto índice de reprovação no exame do Cremesp (Foto: Cauê Fabiano/G1)
Dos 2.891 recém-formados em medicina que fizeram o exame do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), 55% do total (1.589 estudantes) foram reprovados. O índice é menor do que o registrado no ano passado, quando 59,2% não acertaram o mínimo exigido (60% das questões) e foram reprovados. Mas foi maior do que em 2013 - índice de 54,2% de reprovados. 
Todo estudante que se formou em medicina e quer se inscrever no conselho paulista precisa fazer o exame para poder tirar o registro do CRM (Conselho Regional de Medicina) e atuar como médico no estado. Apesar de ser um exame obrigatório, mesmo quem for reprovado também pode obter o registro.
Isso porque, por força de lei, o conselho não pode condicionar o registro médico ao resultado de uma prova. Para tanto, seria preciso uma lei federal, como acontece com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).
O exame do Cremesp de 2014, realizado em outubro passado, apontou também que a reprovação foi maior entre os formados em instituições de ensino privadas (65,1%). Entre os alunos de escolas públicas, o índice foi de 33%.
Com abstenção de apenas 0,9%, o número de participantes em 2014 foi o maior desde que o exame começou a ser aplicado, há dez anos.
Exame avalia conhecimento de recém-formados em medicina (Foto: Reprodução/TV Globo)Exame avalia conhecimento de recém-formados
em medicina (Foto: Reprodução/TV Globo)
Erro em questões consideradas fáceis
Segundo critérios da Fundação Carlos Chagas (FCC), que aplicou o exame, 33% das questões foram consideradas "fáceis", 4,6% foram "muito fáceis" e 32,4%, "médias". As demais questões (29,6% do total) eram "difíceis".
O Cremesp afirma que os recém-formados erraram questões básicas sobre atendimento inicial de vítima de acidente automobilístico, atentado de vítima de ferimento por arma branca, pneumonia, pancreatite aguda e pedra na vesícula.
Por exemplo, dois a cada três candidatos erraram o diagnóstico de uma lactante de seis semanas com tosse leve há dez dias, sem febre e com a respiração acelerada. Este mesmo percentual não soube avaliar o risco operatório para uma mulher com pedra na vesícula, diabética, hipertensiva e com histórico de angina (estreitamento de artérias que provoca dor no peito) durante esforços moderados.

Modesto Carvalhosa no Roda Viva: uma aula sobre a corrupção que infesta o país

 

No Roda Viva desta segunda-feira, o advogado Modesto Carvalhosa valeu-se dos conhecimentos acumulados em 82 anos para ministrar um cursinho intensivo de 90 minutos sobre a praga da corrupção e o que fazer para combatê-la. O escândalo que devasta a Petrobras foi o assunto dominante nas perguntas formuladas pelo advogado criminal Eduardo Muylaert e pelos jornalistas Frederico Vasconcelos (Folha), Sonia Racy (Estadão), Zínia Baeta (Valor Econômico) e Rodolfo Borges (El País).

POSSIVEL CRIME AMBIENTAL FOI COMETIDO NO CANTEIRO CENTRAL DA AVENIDA 25 DE AGOSTO

Garlon* 480 BR

ANTES DE USAR O PRODUTO LEIA O RÓTULO, A BULA E A RECEITA E CONSERVE-OS EM SEU PODER. É OBRIGATÓRIO O USO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL. PROTEJA-SE. É OBRIGATÓRIA A DEVOLUÇÃO DA EMBALAGEM VAZIA. (Inflamável 1B, irritante para pele) Indústria Brasileira CLASSIFICAÇÃO TOXICOLÓGICA II - Altamente Tóxico CLASSIFICAÇÃO DO POTENCIAL DE PERICULOSIDADE AMBIENTAL II - Produto muito Perigoso ao Meio Ambiente Garlon* 480 BR Registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA sob no 0319001 COMPOSIÇÃO: 3,5,6-trichloro-2-pyridyloxyacetic acid (Triclopir BEE) ................................................................................................. 667 g/L (61,60% m/v) Equivalente ácido de Triclopir...................................................................................................................................... 480 g/L (44,40% m/v) Ingredientes Inertes..................................................................................................................................................... 415 g/L (38,40% m/v) APRESENTAÇÃO: Frascos de 1 litro e Baldes de 20 litros CLASSE: Herbicida seletivo, de ação sistêmica do grupo ácido piridiniloxiacético Tipo de formulação: Concentrado Emulsionável TITULAR DO REGISTRO(*): Dow AgroSciences Industrial Ltda.  

------------------------------------------------------------------------------
Tordon* Sal Trietanolamina do 2,4-D e PICLORAM Registrado no Ministério da Agricultura e do Abastecimento sob o nº 00358789 Composição: Sal trietanolamina do ácido 4-amino 3,5,6 Tricloropicolínico (PICLORAM, sal trietanolamina) ........................................................ 103 g/L Equivalente ácido do PICLORAM ..................................................................................................................................................... 64 g/L Sal Trietanolamina do ácido 2,4-Diclorofenoxiacético (2,4-D, sal trietanolamina) ............................................................................ 406 g/L Equivalente ácido do 2,4-D .............................................................................................................................................................. 240 g/L Classe: HERBICIDA SISTÊMICO DE AÇÃO SELETIVA, SENDO O PICLORAM DERIVADO DO ÁCIDO PICOLÍNICO E O 2,4-D DO GRUPO DOS FENOXIACÉTICOS Tipo de formulação: Solução Aquosa Concentrada Registrante: Dow AgroSciences Industrial Ltda. Matriz: Rua Alexandre Dumas, 1.671 - 04717-903 - São Paulo - SP CNPJ: 47.180.625/0001-46 Apresentação: Frascos de 1 litro, Bombonas de 5 litros, Baldes de 20 litros, Bombonas de 50 litros e Tambores de 200 litros CLASSE TOXICOLÓGICA I (Altamente Tóxico) (1)
------------------------------------------------------------------------------------
 Segundo um Engenheiro Agrônomo com quem conversei, um desses dois produtos pode ser a causa da morte das árvores localizadas no canteiro central da Avinda 25 de agosto, em frente ao Auto Posto Pasqualli. vejam as fotos:





 



Três árvore que já foram frondosas e  verdes, hoje se encontram assim, em um processo morte acelerado. Elas são suspeitas de envenenamento criminoso, motivado por inveja. O produto usa para pratica do crime, possivelmente com um dos herbicidas constantes no início dessa matéria.

Conversei com o Irineu, que comercializa (compra e venda) veículos automotores naque local e este me disse, que os principais suspeitos por esse crime ambiental, são os "GARAGEIROS. 

Quem também tem a mesma opinião do Irineu é o Vladimir Klippel,  que tem as árvores como local de trabalho e escritório da atividade.   

"Por veículo automotor   entendemos, aqueles que é dotado de motor próprio, e, portanto, capaz de se locomover em virtude do impulso (propulsão) ali produzido. Serão os carros, caminhonetes, ônibus, caminhões, tratores, motocicletas (e assemelhados) mas também as embarcações. 

Essas árvores são  públicas, foram plantadas com recursos públicos e são cuidadas com recursos públicos. Portanto acho que a prefeitura através de Secretaria Municipal de Meio Ambiente tem a obrigação de investigar esse ocorrido, sob pema de ser processado por crime de prevaricação.

Um inquérito policial investigatório deve ser instaurado. 
Tanto os órgãos ambientais como a polícia Civil, Ministério Público,  tem que entra na apuração, para confirmar se realmente foi um ato criminoso, do ponto de vista ambiental e  se confirmado, punir os possíveis culpados na forma da Lei.

Perguntei ainda ao  Irineu por que a suspeita com relação aos "GARAGEIROS" e este disse que se deve a um movimento liderados por esles no sentido de tira-lo do local.

Ainda segundo Irineu, eles foram ao Ministério Público, SEFAZ e também na prefeitura e não tiveram amparo legal para impedi-lo de praticar seu comércio naquele lugar e por conta disso, ele, Irineu passou a ser "persona non grata" no meio. 

Como ele disse que não tem problema com mais ninguém, a suspeita  cai sobre eles. Irineu fez questão de dizer que é apenas uma suspeita e que pode está engando, mas que é esquisito a morte de três árvores ao mesmo tempo é. 

Essa matéria é uma iniciativa minha pois trabalho em frente e percebi que tinha alguma coisa acontecendo com aquelas árvores e,fui la verificar. 

De posse das informações, avisei ao Irineu que iria fazer essa matéria. O Irineu falou de livre e espontânea vontade  que tudo bem, portanto ele está ciente que eu iria escrever sobre nossa conversa.

O Irineu disse que alem de cuidar do local plantou várias árvores. Essas árvores menores nas fotos, foram plantadas e são  cuidadas por ele. 

Eu fiz a minha parte, o resto agora é com Poder Público Municipal e a justiça. Quero deixar bem claro não estou acusando ninguém. 

Estou sim levanto o fato ao conhecimento das autoridades competentes, para um investigação onde não deixe dúvidas quem realmente é o autor do ilícito ambiental. Tenho alguns amigos no ramo de GARAGENS e os tenho como pessoas de bem.


A Bunda, que Engraçada - Carlos Drumond de Andrade

A Bunda, que Engraçada

A bunda, que engraçada. 
Está sempre sorrindo, nunca é trágica 
Não lhe importa o que vai
pela frente do corpo. A bunda basta-se.
Existe algo mais? Talvez os seios.
Ora - murmura a bunda - esses garotos
ainda lhes falta muito que estudar. 
A bunda são duas luas gêmeas
em rotundo meneio. Anda por si
na cadência mimosa, no milagre
de ser duas em uma, plenamente. 
A bunda se diverte
por conta própria. E ama.
Na cama agita-se. Montanhas
avolumam-se, descem. Ondas batendo
numa praia infinita. 
Lá vai sorrindo a bunda. Vai feliz
na carícia de ser e balançar.
Esferas harmoniosas sobre o caos.
A bunda é a bunda,
redunda 

ENVIADO POR - Renata Tolentino dos Passos

  






















Ontem, 28/01, na V Gerência Regional de Saúde -VGRS, sede Rolim de Moura, aconteceu uma reunião técnica  onde foi discutido o Plano Regionalizado para implantação da Unidade de Pronto Atendimento -UPA em Rolim de Moura.  

A reunião foi organizada pela VGRS por solicitação do município de Rolim de Moura e conduzida pela gerente interina do órgão, enfermeira Renata Tolentino dos Passos e Secretaria Municipal de Saúde de Rolim de Moura.

Se fez presente nesta reunião três representantes da Secretaria de Estado de Saúde/RO - SESAU: Marta Duarte/ DEOSAD (Diretoria Executiva de Organização do Sistema e Apoio a Saúde). Diana, Coordenadora do Grupo Condutor Estadual da Rede de Urgência e Emergência-RUE. Clíviam representante do MAC Estadual (Média e Alta Complexidade). 

Esta reunião foi regionalizada, onde os municípios que compõe a Zona da Mata se fizeram presentes: Alta Floresta, Alto Alegre, Castanheiras, Nova Brasilândia, Novo Horizonte, Parecis, Rolim de Moura e Santa Luzia) sendo representados por Secretários Municipais de Saúde e/ou técnicos do setor de saúde que estão envolvidos no processo de implantação da Rede de Urgência e 
Emergência.

Foi uma reunião relevante de construção do Plano da RUE para melhorar, e facilitar a prestação de serviços de urgências e emergências com qualidade para a população da Zona da Mata, a VGRS juntamente com os municípios estão em um processo para agilizar este plano/projeto para que seja aprovado em CIR/CIB ainda no primeiro trimestre deste ano de 2015 para logo ser encaminhado ao Ministério de Saúde e liberações de Recursos para a segunda etapa de efetivação do Plano Regionalizado.

Algumas Portarias relacionadas a Regulamentação da Urgência e Emergência-RUE.




Orienta a continuidade do Programa de Qualificação da Atenção Hospitalar de Urgência no Sistema Único de Saúde - Programa QualiSUS, priorizando a organização e a qualificação de redes loco-regionais de atenção integral às urgências.




Institui o veículo motocicleta - motolância como integrante da frota de intervenção do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência em toda a Rede SAMU 192 e define critérios técnicos para sua utilização.




Institui diretrizes técnicas e financeiras de fomento à regionalização da Rede Nacional SAMU 192.



Portaria GM/MS nº 2.922, de 3 de dezembro de 2008

Estabelece condições para o fortalecimento e implementação do componente de “organização de redes loco-regionais de atenção integral às urgências” da Política Nacional de Atenção às Urgências.



Portaria GM/MS nº 3.125, de 7 de dezembro de 2006

Institui o Programa de Qualificação da Atenção Hospitalar de Urgência no Sistema Único de Saúde - Programa QualiSUS



Portaria GM/MS nº 2.657, de 16 de dezembro de 2004 (DOU nº 242, 17/12/2004, Seção 1, p. 76-7)

Estabelece as atribuições das centrais de regulação médica de urgências e o dimensionamento técnico para a estruturação e operacionalização das Centrais SAMU-192



Portaria nº 2.420, de 9 de novembro de 2004

Constitui Grupo Técnico - GT visando avaliar e recomendar estratégias de intervenção do Sistema Único de Saúde - SUS, para abordagem dos episódios de morte súbita.



Portaria GM/MS nº 1.828, de 1.828, de 2 de setembro de 2004

Institui incentivo financeiro para o SAMU 192 em Municípios e regiões de todo o território brasileiro.



Portaria GM/MS nº 1.863, de 29 de setembro de 2003

Institui a Política Nacional de Atenção às Urgências a ser implantada em todas as unidades federadas, garantindo a universalidade, integralidade e eqüidade no atendimento às urgências de todas as naturezas.



Portaria GM/MS nº 1.864, de 29 de setembro de 2003

Institui o SAMU 192 como primeiro componente da Política Nacional de Atenção às Urgências a ser implantado em Municípios e regiões de todo o território brasileiro e que discorre sobre o investimento e custeio para as viaturas que são utilizadas no SAMU 192.




Aprova o Regulamento Técnico dos Sistemas Estaduais de Urgência e Emergência




Cria mecanismos para a implantação dos sistemas estaduais de referência Hospitalar em Urgência e Emergência e estabelece critérios de classificação e inclusão dos hospitais nos sistemas estaduais de referência hospitalar de atendimento de Urgência e Emergência. 



Decretos da Presidência da República:
Decreto Federal nº 5.055, de 27 de abril de 2004
Institui o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU, em Municípios e regiões do território nacional, e dá outras providências.


quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

CURSO (BÁSICO) DE JORNALISMO (PROFISSIONAIS DA IMPRENSA E PÚBLICO EM GERAL)





Airton Pereira de Araújo NA FORMATURA DE SEU SOBRINHO JOSIVAL


Festa de formatura de meu sobrinho Josival Junior, curso de medicina da UFCG/PB. O formando ladeado por mim e seu irmão Moisés que está ingressando no curso de medicina. Um que sai e outro que entra. Depois de vários Advogados na família, agora é a vez dos médicos. Parabéns ao novo doutor e a todos da família Pereira por mais uma graça alcançada.
Curtir ·  · 

Airton Pereira de Araújo alterou a foto do perfil.
Curtir ·  · 
  •